Procure aqui o que voce perdeu

venerdì 16 marzo 2012

Pequenas Felicidades e a tempestade.

Quando tudo parece normal, seguimos nossa rotina despreocupadamente:
Fazendo comidinhas gostosas,
 Dormindo como um anjo,

 Acordando com uma ducha deliciosa,

 Fazendo um cafezinho
 Com torradinha
 iogurte,
 colhendo o que plantou,

 Fazendo bolo para o chá da tarde,



 Estendendo a roupa lavada,
 Fazendo pudim,




 O vento balança a roupa, tudo nomal,
Quando derrepente a anormalidade chega, basta estar tudo normal, para que o inesperado aconteça, disso ninguém está imune.
 Chega a tempestade,
 Muda nosso rumo,
 Nosso foco,
 As vezes assusta,
 Embaça nossa visão, Não conseguimos ver nada além  da tempestade,
 Parece tão forte,
 Mais do que a gente pode aguentar,



 Parece que não passa nunca,

 Mas acredite: passa.
 A gente começa a enxergar sinais de que tudo vai se ajeitar, mesmo que o céu continue escuro,
E não é que passa mesmo?
"O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. 
Salmos 30:5"
 Tudo se ilumina novamente,

 Nem sinal da tempestade, conseguimos sorrir e agradecer porque a luz chegou,
 Tudo voltando a normalidade,
 Porém, algumas vezes a tempestade deixa seqüelas, o que parecia inabálavel, na verdade não era.
 Nos fere em profundidade,
 Arranca de nós o que  era caro,  o que fazia parte da gente... As vezes somos obrigados a colher o que não plantamos, só para que prestemos atenção nas raízes escondidas dentro da gente,
 E passemos a prestar atenção em outras coisas, que normalmente passariam despercebidas, coisas pequenas, porém importantes...
 Pequenas e Importantes Felicidades.....

Lembrete: "Não adianta olhar para o céu com muita fé e pouca luta."

Quer mais ? Vai no Botõezinhos.

51 commenti:

  1. Adorei, pra variar, tudo! A xicara, o bolo (meu pai que maravilha é essa?),o varal , o anjo mimindo, as pimentas, o colorido da tua casa, viva e cheia de amor, o cheiro de café, o gatinho, a tempestade, os pastéis (que beleza), o pudim (minha sobremesa preferida desde roubava tecos enquanto todos dormim e minha mae acordava de manha, vi o que sobrou na geladeira (NADA), me dava uma surra pela gula da madrugada e eu prometia que teria uma casa só pra mim um dia e que comeria SÓ PUDIM!!), a tempestade, as cores do dia com cheiro de terra molhada depois da chuva e o chuveiro, que parece que tava "chovendo" neve :-)

    Encantadoras tuas pequenas felicidades. Eu amo mt.

    RispondiElimina
  2. E agora que vc tem a SUA casa. Tem SÓ PUDIM?

    RispondiElimina
  3. Bonito demais!! Isso é poesia pura, tudo tão lindo e verdadeiro você retratou aqui!

    BOM DIA!!

    RispondiElimina
  4. OI Lola,
    lindo demais. Temos que estar preparadas para saber aproveitar o inesperado e manter a esperança para o dia seguinte.
    Adorei todas as fotos.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomammae.blogspot.com/

    RispondiElimina
  5. Obrigada Cris. Esperança nos mantém em pé. Não é mesmo?

    RispondiElimina
  6. Q linda maneira de ministrar a palavra de Deus. Bom diaaa bjus

    RispondiElimina
  7. Q linda maneira de ministrar a palavra de Deus. Bom diaaa bjus

    RispondiElimina
    Risposte
    1. Lu crédita que fiz esse post pensando em mim e em vc e todas as mulheres que enfrentam tempestades.

      Elimina
  8. Uau! Poesia pouca é bobagem!!!
    Menina, tenho que me organizar e ir à São Paulo com mais tempo para:
    - Conhecer as blogueiras que amo;
    - Visitar os amigos;
    - Visitar a família.
    Vontade é o que não falta!

    Bêjo

    RispondiElimina
  9. Olá Lola!
    Delícia sempre ver tuas postagens com fotos simplesmente maravilhosas!
    Lugar lindo que vc mora, mas também confesso que tenho medo de tempestades. Já perdi quase tudo numa delas e daí, quem tem c...tem medo. kkkkk
    Bjs

    RispondiElimina
    Risposte
    1. "quem tem c...tem medo." Amo teu jeito de fazer poesia rsrsrs

      Elimina
  10. Nao me lembro disso, mas minha diz que quando pequena eu tinha muito medo de tempestades, trovoes e etc...

    Nao sei, mas hj em dia eu adoro tempestades.
    Acho linda esta forca da natureza.

    Lembro que quando morava no Brasil eu amava quando caia aquele mundao de agua, ceu escuro de repente, a musica criada pela chuva caindo no asfalto, tocando as folhas, as arvores e de quebra a sinfonia do vento.

    Parece um desacordo entre um homem e uma mulher, depois de muito gritar e se descabelarem vao fazer amor, fato este consumado pelo sol e pelo ceu azul maravilhoso depois da tempestade de verao.

    Lindo post e como disse alguem ai em cima, "poesia pouca e bobagem."

    RispondiElimina
    Risposte
    1. Poesia é o que vc fez com esse seu comentário. Adooro!

      Elimina
  11. Nossa, como AMO seus posts...
    Por aqui teve uma noite dessas que estava chovendo tanto, que eu levantei assustada e corri pra sala, pra ver como estavam minhas outras filhinhas: bonsai, feijão e as outras plantinhas! rs Eu ADORO chuva e seu barulhinho, mas tenho pavor dos raios e trovões... me encolho toda, quase vergonhoso! kkkk
    Mas é isso: depois da tempestade vem a bonança, a alegria, flores verdes.
    E vc viu lá no post que a chuva parou bem no exato momento em que precisei buscar as crianças na escola? Coisa de Deus mesmo!!!!
    Beijão!

    RispondiElimina
  12. Di,
    Amei as fotos e seu texto...que profundidade...Tempestades sempre passam, o que resta é saber o quão destruidor ela foi...
    Olha, que bolo é aquele lá de cima??? Fiquei aqui babando de vontade de comer um pedacinho só...
    Beijos
    Adriana

    RispondiElimina
  13. Bolo normalzinho com goiabada. beijo Lindinha Balreira

    RispondiElimina
  14. Essa semana tbm colhi pimentas amarelas do pézinho que tenho no jardim. Adorei as suas fotos, vc é muito criativa =D Beijos!

    RispondiElimina
  15. KKkkk E a tempestade sempre passa, pode demorar, mas passa. Felicidade é morar assim, próximo ao verde, ar puro. Amo muito TODOS os seus posts.
    Beijos

    RispondiElimina
  16. Este post me deu uma ideia tão boa... se eu conseguir realizá-la tu vais amar. Será? ah eu amei cada foto, cada palavra...

    RispondiElimina
  17. Eu já disse isso, e acho que vou dizer sempre: eu amo as suas fotos, eu viajo com as suas fotos!!!
    Fiquei emocionada com as fotos e suas palavras com a tempestade... principalmente com a árvore arrancada pela própria natureza.
    Um ótimo findi, querida!!
    Bjns

    RispondiElimina
    Risposte
    1. ra vc tb Cici. Tão fofo esse apelido! Cici.

      Elimina
  18. Oi tão poético e verdadeiro seu post! Muito bom!

    Bjs

    RispondiElimina
    Risposte
    1. Kd O Reinaldo? Tá cozinhando? Tira ele da cozinha mulé rsrsrs

      Elimina
  19. Adoro tempestades!
    nunca mais vi granizo, ainda quero ver, antes de partir!
    E também nunca mais vi roupas estendidas no varal, bailando ao vento!
    Ainda bem que você me dá de presente imagens assim!
    bjo
    Zizi

    RispondiElimina
    Risposte
    1. Putz Zizi, choveu Granizo por aqui 2 X essa semana.
      Vem pra cá vem.

      Elimina
  20. Adoro fotos de temporais.... e concordo com suas palavras. Agora sacanagem colocar as comidas deliciosas (já engordei 3kg só de olhar...kkk)

    Obrigada pela linda postagem.
    Abraços

    RispondiElimina
    Risposte
    1. Imagine eu que comi!!!
      Vou ali seccar dois quilos de bunda, já volto.

      Elimina
  21. Di, lindas fotos , como sempre, mesmo que não houvesse texto já valia te-las visto .amei teu texto , estás inspirada hein?
    Beijo e um fds abençoado!!!!

    RispondiElimina
  22. AMEI!!!!
    Que post mais gostoso ( e não é SÓ por causa do pastel e do pudim)!
    Delícias de palavras, de imagens e de leitura das circunstâncias.

    bjo

    RispondiElimina
    Risposte
    1. Não posso ler teu nome que já começo a procurar pra ver se tem bagunça ao meu redor.
      bj

      Elimina
  23. Lindo, lindo, lindo! Pura emoção! Amei! Mil bjs. ;o)

    RispondiElimina
  24. olá, amando seu post.. e amando as fotos .. salivei com o pudim, sério !.. e essa chuva ? oq me dá medo é o vento ..q lugar hein??.. quero morar aí..bjks LIN

    RispondiElimina
    Risposte
    1. Vem então ué! Mas depois da chuva tem que me ajudar a lavar toda a varanda que fica pura terra rsrsrs

      Elimina
  25. Ai que lindo! Até suspirei lendo. Vc tem o dom de transmitir bons sentimenstos. Beijo enorme da ANdrea e da Maki

    RispondiElimina
    Risposte
    1. Que coisa mais boa do mundo "ouvir" isso. Deus seja louvado!

      Elimina
  26. Lindas fotos,vc mora em um paraiso!Fui lendo o seu texto e me lembrando de acontecimentos recentes na minha vida e cada frase se encaixou perfeitamente...Bjsss.

    RispondiElimina
  27. Aqui †ea longe de ser o paraíso, não tem anjo, só meninos e menina danados.
    Obrigada pelo comentário e se serviu pra vc, saiba que passa e tudo vai florir e se iluminar novamente, mesmo que nada volte a ser como antes, vai florir de um jeito novo.

    RispondiElimina
  28. Eu amo vir a este cantinho! :)

    RispondiElimina
  29. Que linda a sua mensagem!!! Vc conseguiu tranmistir algo tão sério e tão profundo através das fotos...
    Talentossaa...tens o dom!
    Bj bonita

    RispondiElimina
  30. Lola, vc nem imagina o quanto esse post me emocionou! Estou saindo de uma tempestade e vivendo tudo isso aí!
    Post lindo!

    RispondiElimina
  31. Olá, querida
    Sem luta não hé vitória... tenho sentido assim...
    Bjm de paz

    RispondiElimina
  32. Olá... tudo bem? Amei seu post... pura verdade! E, no geral, as tempestades acabam por nos trazer coisas boas! Aprendemos a dar valor a tudo depois de uma tempestade.
    Beijos, Pri!

    RispondiElimina
  33. O post mais lindo que já vi na blogosfera. Tão carregado de sentimento e de coisas que todas nós passamos em algum momento...acredito mesmo que "Não adianta olhar para o céu com muita fé e pouca luta."
    Por isso eu vou a luta com muita fé!
    Um beijo carinhoso

    RispondiElimina