Procure aqui o que voce perdeu

sabato 1 marzo 2014

No fundo a Fotografia é subversiva, não quando aterroriza, perturba ou mesmo estigmatiza, mas quando é pensativa.

A frase acima é de Roland Barthes

Mãe convidei dois amigos para pizza de sexta em casa.
Mãe, vieram quatro...
Mãe chegaram oito...
Mãe estão vindo mais dois.

Para o meus desespero, porque calculo quantas pessoas irão comer para fazer a quantidade de massa adequada, pedi pizza delivery.

Olhei aquelas adolescentes, não eram louras, nem chapadas, muito menos justas, ao contrário, eram livres,  maioria morena, confortáveis, curtas, sim algumas tinham cabelos curtos a la garçonne.
Olhei os meninos, não usavam uniforme, uns usavam chapéus (não bonés) outros bandana, outro usava um charmoso lenço no pescoço.

A primeira vez que meus filhos estudam no bairro onde moram e pelo que estou descobrindo dos adolescentes,  este é mesmo um bairro alternativo.

Mostrei meu estúdio para uma das moças uma loirinha linda cabelo curtinho, batinha de linho , All star no pé ela me disse surpresa que seu pai é fotógrafo e que hoje trabalha com fotografia de  produtos, mas que já fez trabalhos para Vogue italiana, já trabalhou e morou em Milão.
Eu comentei com ela que a fotografia de moda é uma das áreas que mais dá liberdade para o fotógrafo se expressar. Ela me respondeu do alto de seus 14 anos:
"Claro a moda é uma expressão artística fundamental para entendermos uma época, uma estrutura social e a fotografia registra esse marco no tempo ao mesmo tempo que documenta, interpreta e cria uma arte."


Foi então que entendi o crescente interesse do meu menino por sarais culturais que pipocam aqui e ali no bairro.

Não, não eram um bando de chatinhos nerds, pseudo intelectuais, gostam de rock, vão a shows, pegam praia, praticam esportes, mas tem uma pegada cultural que não é forçada, tipo: Li 34578653 livros em dois meses.

Pensar sobre, ter dúvidas, não se fechar numa opinião é natural pra eles.
Deveria ser natural pra nós adultos também.
Grande lição essas crianças me deram nessa noite quente e chuvosa de sexta.

Eu aqui preocupada com meu abdomem e essas crianças desviaram o meu olhar e me fizeram pensar.
Foto minha de uma deusa asteca cujo o ventre era considerado sagrado pelos astecas.
Eu aqui brasileira, carapicuibana, longe da etnia asteca, ainda considero meu umbigo sagrado.
Acorda mulher!
A Fernanda Reali também é uma pensadora, quer ver o que ela pensou sobre sua semana?
Vai.


15 commenti:

  1. Adorei, que mocinha inteligente não?!
    Também participei!!!

    Mil beijoss!

    Blog: Caio, o melhor presente

    RispondiElimina
  2. Essa juventude de hoje são super descoladas.
    Bjks da Mãe Vaidosa

    RispondiElimina
  3. OI Diacuy, me vi na sua situação e via minha filha com a turma dela inserida na seu texto.
    Uma ótima semana pra vocês
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe

    RispondiElimina
  4. Que sorte ter amigos assim, interessantes, e que sorte ser interessante para atrair amigos assim! Uma coisa puxa a outra, né? Amei ler esse post! Filhos preciosos os teus.

    A estátua asteca representa uma ode a primeira barriga negativa da humanidade. Aprendi isso quando li 98765 livros na Sorbonne. Bjs

    RispondiElimina
  5. Espero que bia encontre uma turminha assim na adolescência!
    Adoro seus posts!
    Bom carnaval!

    RispondiElimina
  6. Gostaria de ver muitos jovens assim por aqui...
    Boa semana!
    Bjos.

    RispondiElimina
  7. Lola, deusa é você!!!
    Como adoro tudo o que você faz: fotografa, escreve, comenta e filosofa...sua bruxa! hahaha, vou do céu ao inferno em questão de segundos nos elogios...
    Linda sua reflexão! Meu filho mais velho, primeiro deixa eu contar os pormenores: moramos numa cidade de 40 mil hab., no ensino médio ele fez vestibulinho pra um colégio estadual mantido pela Unesp, na cidade vizinha Bauru e entrou...que alegria! Pelo colégio? Também, mas principalmente pelos amigos que fez: gente descolada mas atenta aos movimentos culturais/sociais/econômicos, filho se contagiou, quis tocar violão, quis correr maratona, quis fazer teatro, quis dançar, quis ser ELE, se encontrou...
    Meu filho do meio não conseguiu entrar, a turma dele: churrasco e bebedeira. (ele não bebe, somos rígidos, mas é a companhia que ele tem, entende?) Não vemos a hora do vestibular, falta 2 anos.
    Com o coração cheio de coisa boa, saio pela direita...obrigada!!

    RispondiElimina
  8. Receber visitas é ótimo!
    A sua visita me deixou muito feliz!
    Já estou te seguindo com muito carinho!
    Os jovens de hoje tem muita energia, que delícia!
    Bj

    Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

    RispondiElimina
  9. que bom que eles tem acesso a este tipo de colegas e escolas boas, pq isso lá no futuro acredito que vá fazer diferença...bj

    RispondiElimina
  10. Gostaria de ter o vocabulário, a lógica para lhe demonstrar como você escreveu feliz nesse post. Beijo!

    RispondiElimina
  11. Oeeeeeeeeeeeeeeeeee......

    Ainda bem que temos adolescente...jovens que curtem a vida....mas são cultos!!!

    bjks e boa semana.

    Sonia

    RispondiElimina
  12. olá.. post the best..bjks LIN

    RispondiElimina
  13. Uau! Mas que interessantes essas crianças e o que é a resposta dessa menina? Admiro quando jovens mostram cultura e isso me dá esperanças! Adorei! ;)
    Beijo, beijo querida!
    She

    RispondiElimina
  14. Que delicia, a interação sem interesses, com pessoas de tantas formas e gostos.
    Que continuem assim.

    Beijocas

    RispondiElimina
  15. Mas que maravilha saber que a humanidade ainda tem salvação, pq se depender de adolescentes como alguns que vejo por aqui... #abafa
    Bjns
    :)

    RispondiElimina